Fernanda Porto
 
 
 
 
1999

A quebradeira

Agora é minha vez

Alguma coisa

Amor errado

Assalto

Auto-retrato

Baque virado

Bicho do mato

Bola

Caionagandaia

Cidade sem fim

Coco sem água

Conte-me tudo

De costa pro mundo

De graça

Eletricidade

Estrela pop

Eu já te conhecia

Eu preciso entender tudo isso

 
 
 
 
 
 
  in Giramundo 03:34  audio

De graça
letra e música - Fernanda Porto

Eu penso em cem
Eu penso em um
Dinheiro na mão
Tem uns que têm
Outros não têm nenhum
Você tem, você gasta
Dinheiro devia morar no coração
onde tudo é de graça

Na hora de ganhar,
ele sempre promete milhões de alegrias e diversões,
depois ele esquece
Na hora de guardar,
ele sempre me escapa
Mesmo debaixo do colchão,
dinheiro já saiu da minha mão

Me deixe viver sem
Afinal tudo passa
Dinheiro devia morar no coração,
onde tudo é de graça

© Editora Porto Music (EMI)