Fernanda Porto
 
 
 
 
1999

A quebradeira

Agora é minha vez

Alguma coisa

Amor errado

Assalto

Auto-retrato

Baque virado

Bicho do mato

Bola

Caionagandaia

Cidade sem fim

Coco sem água

Conte-me tudo

De costa pro mundo

De graça

Eletricidade

Estrela pop

Eu já te conhecia

Eu preciso entender tudo isso

 
 
 
 
 
 
  in Auto-retrato 03:27  audio

Auto-retrato
letra e música - Fernanda Porto

Sou assim, sem tirar nem por
Num retrato, pb ou cor
Foi um click que me pegou
E num flash me revelou
Vejo a ponta do meu nariz
Sou criança, sou por um triz
Sou afim, seja como for
Me espera, que eu também vou

Pouco doce e muito sal
o meu nome não é mesmo Gal
eu até me acho normal
me arrepio com isopor

Sou daqui, sou desse lugar
Sou assim, o meu porto é mar
Subverto meu coração
Se acredito, eu vou então
Minha musa, é a música
Meu compasso, silêncio e som
Tô de olho no furacão
Arremesso um sim um não

Sou assim pode acreditar
Foi o vento que me ensinou
Quando penso, olho pro mar
Esqueço tudo, sorte ou azar

Sou assim sem tirar nem por
Foi o vento que me ensinou
Sou assim, sou afim
Seja como for
Sou assim, sou afim
Sem tirar nem por

© Editora Porto Music (EMI)