Fernanda Porto
 
 
 
  Soundcloud


Fernanda Porto faz show de lançamneto do CD Auto-Retrato no SESC Vila Mariana
Maxpress

Fernanda Porto retorna às suas raízes em Auto-Retrato
Bem Paraná - o Portal Paranaense

Auto-Retrato, novo CD de Fernanda Porto
Lazer Música

Fernanda Porto
Guia da Semana - São Paulo/SP

Em novo disco, Fernanda Porto canta, toca, produz e volta à música eletrônica
Globo online

Fernanda Porto retoma elementos eletrônicos
Correio Popular - Campinas/SP

Fernanda Porto retorna com "Auto-retrato"
A Tribuna - Piracicaba/SP

 
 
 
 
 
 
 

Fernanda Porto
Mondomix Paper: 03.10.04
D. D.


Graças à Fernanda Porto, encontramos a música brasileira lá onde não esperamos necessariamente encontrá-la: na seção drum'n'bass. Por que não? Questão ritmica e minimalismo entre batucada e bossa, ela entende do assunto. Os Tricky e outros Craig David ainda chupavam o dedo quandos os DJs ingleses, belgas e berlinenses a tocavam e remixavam há muito tempo. Quanto aos DJs brasileiros (Patife, Mark...) faz um bom tempo que eles põem para dançar as discotecas internacionais. Seguindo seus passos, eis Fernanda Porto na Universidade de São Paulo, sua cidade natal, ela aprendeu piano, composição, orquestração, canto e ela trabalhou com mestres da música atonal. Mas se apaixonou pelo drum'n'bass. Neste mundo de brutos... desculpem, de homens, foi recebida como um cachorro no meio do boliche mas aguentou firme. Fechada em seu estúdio com computador, sintetizadores e aparelhos de todo tipo, ela criou seu primeiro álbum para Trama, a marca brasileira que está subindo. Voz jazzística, Fernanda tricota seus próprios textos da mesma forma que cozinha ao molho eletrônico a bossa do Tom Jobim, o samba e até um trecho dos "Eclesiastes III". Com um brilho que lhe valeu ser disco de ouro. Bom começo.